30 junho 2021

Tudo o que você precisa saber para se tornar um atleta Paralímpico

O primeiro passo é começar. Isso mesmo, o primeiro e mais importante passo para uma pessoa com deficiência se tornar um atleta paralímpico é ingressar em alguma modalidade esportiva. O site do CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro) possui uma aba especialmente para quem deseja se tornar um atleta paralímpico.

Existem mais de mil associações brasileiras que trabalham o desporto para pessoas com deficiência em todas as regiões do país. No site do CPB é possível consultar quais clubes  estão filiados ao Comitê e qual o mais próximo de você. 

Para encontrar um lugar para treinar um esporte adaptado, você também pode ir até as Secretarias de Esporte, de Educação, de Assistência Social e da Pessoa com Deficiência da sua cidade. Essas secretarias podem te informar melhor e lhe oferecer o caminho mais adequado para você se tornar um atleta paralímpico. 

Para te ajudar a escolher seu esporte ideal, trouxemos uma lista divulgada pelo portal Vida Mais Livre: 

Deficiência visual: atletismo, ciclismo, futebol, judô, natação, goalball, hipismo, halterofilismo e esportes de inverno.

Deficiência auditiva: atletismo, basquetebol, ciclismo, futebol, handebol, natação, vôlei, natação, e muitas outras (quase as mesmas das pessoas sem deficiência, pois não existem grandes limitações dos deficientes auditivos).

Deficiência física: atletismo, arco e flecha, basquetebol em cadeira de rodas, bocha, ciclismo, esgrima em cadeira de rodas, futebol para amputados e paralisados cerebrais, halterofilismo, hipismo, iatismo, natação, rugby, tênis em cadeira de rodas, tênis de mesa, voleibol sentado e para amputados e modalidades de inverno.

Confira também as modalidades oferecidas pelo Pernas Preciosas: https://pernaspreciosas.com.br/modalidades.

Redação Projeto Pernas Preciosas