19 março 2021

Todo esporte pode ser adaptado - conheça a natação paralímpica

Desde os primeiros Jogos Paralímpicos em 1960, a natação está presente. Desde então o Brasil já levou 102 medalhas, sendo sua segunda modalidade mais premiada. Os fisioterapeutas indicam que a prática é uma das mais completas para pessoas com deficiência locomotora. A natação é um esporte de fácil movimento, justamente por ser realizada dentro da água.

Natação paralímpica no esporte

As provas na natação paralímpica são praticadas de acordo com o grau de deficiência e comprometimento físico dos atletas. Existem três categorias no esporte: 

  • S (nado livre, costas e borboleta);

  • SM (nado medley)

  • SB (nado peito)

 

A classificação começa com a letra S, vindo de palavra “swimming”, que em inglês significa natação.Sendo assim os atletas são classificados assim:

  • S1: lesão na medula abaixo da vértebra C4, paralisia cerebral quadriplégica ou pólio equivalente

  • S2: lesão total abaixo da C6, atletas quadriplégicos com limitação nos membros superiores ou pólio equivalente

  • S3: lesão completa abaixo da vértebra C7 ou incompleta abaixo da C6 e nadadores que tiveram os quatro membros amputados

  • S4: lesão total abaixo da C8 ou incompleta abaixo da C7 e amputação tripla

  • S5: lesão na medula abaixo da vértebra T1-8, acondroplasia ou hemiplegia (paralisia de um dos lados do corpo)

  • S6: lesão medular abaixo da T9-L1, acondroplasia e hemiplegia branda

  • S7: lesão na medula abaixo da L2-3, amputação dupla na parte superior do joelho e amputação dupla abaixo dos cotovelos

  • S8: lesão abaixo da L4, amputação acima dos dois joelhos, amputação das duas mãos e diplegia leve

  • S9: lesão na medula próximo ao S1, pólio com restrição em uma das pernas, amputação na região acima do joelho ou amputação abaixo do cotovelo

  • S10: poliomielite com pouca interferência nos membros inferiores, amputação de ambos os pés, de uma das mãos ou restrição grave nas articulações coxofemoral.

Benefícios da natação paralímpica

O principal benefício da natação paralímpica é que ela trabalha todas as funções do corpo, a sensação de flutuar na água faz com que as partes do corpo que estão sobrecarregadas no dia a dia consigam relaxar e diminuir possíveis dores ou incômodos.

Natação paralímpica no dia a dia 

A paranatação é praticada por várias pessoas com deficiências físicas e motoras. Muitos escolhem o esporte como uma maneira de cuidar da saúde, de se divertir e também de vencer suas próprias barreiras. 

No Instituto Pernas Preciosas essa prática vai além e permite a inclusão de muita gente por meio do esporte. O projeto é uma iniciativa que abre novos horizontes para pessoas com deficiência, trabalhando uma melhor reabilitação física, desenvolvendo a socialização e a autoestima. Nele, pessoas com diferentes deficiências podem participar e os voluntários ajudam com pernas preciosas que empurram as cadeiras para quem precisa, em qualquer modalidade esportiva. 

Conheça mais sobre o projeto AQUI e saiba como ser um voluntário. 

Redação Projeto Pernas Preciosas